Total de visualizações de página

domingo, 24 de junho de 2018

ESQUERDA, IDEOLOGIA DE DIREITA.















                                               A esquerda brasileira se orgulha de  praticar todos os valores da direita, mas tem pejo em praticar seus métodos e aí quebra a cara.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

OS BRASILEIROS, AS RUSSAS E OS VÍDEOS








                                 

                                               Não, não são machistas estes vídeos com as meninas russas. Isto é coisa muito pior. São torpes, imorais, indignos, devassos, depravados, asquerosos, imundos, indecentes, desprezíveis, pervertidos, infames, abusivos, repulsivos, cruéis, desumanos, e sobretudo hediondos. E tudo isto porque estes mulambos se aproveitaram da ignorância e boa-fé das meninas russas para  expô-las ao vexame e ao ridículo. É como um estelionato, como um roubo.
                                     São corruptos. Sim, isto também é corrupção. Isto mesmo eles, e seus assemelhados, fazem na política e nós não nos indignamos. Até quando?

GALVÃO BUENO E A CORRUPÇÃO














                               Agora, falando sério, o "vai que o juiz não vê" é incentivar a corrupção ou não é?
                              Responda, se tem coragem.
                      Um milhão de Galvão Buenos não valem um Smolov.
                      Se ele teve a coragem de falar isto perante uma plateia de milhões de espectadores, imaginem o que ele não faz às escondidas?

domingo, 17 de junho de 2018

E PARECE QUE DEUS NÃO É BRASILEIRO











       

                                           E a Suíça vai mostrando que Deus não é brasileiro. Pois, neste exato momento a Suiça não mostrou que Deus não brasileiro? Suíça 1, Brasil 1.

sábado, 16 de junho de 2018

O MENINO, O SHOPPING E O ESPETÁCULO











                     




                                               Vivemos no mundo do espetáculo, onde tudo o que conta é o mostrar-se e o sofrimento de alguns se transforma em fonte de prazer de uma multidão órfã de prazer e realização pessoal.
                                Há poucos dias assistimos a uma cena, na qual três personagens foram atores e vítimas desta sociedade do espetáculo invenção de um capitalismo cada vez mais selvagem e voraz: Um adolescente faminto, um classe média generoso e um agente de segurança, tão faminto quanto o adolescente, mas com obrigação de cumprir ordens de um shopping.
                              Gravado em tempo real e levado às redes sociais a multidão caiu em cima do segurança. Pura hipocrisia. A todo momento assistimos cenas parecidas. Podem negar, sei que todos agora são bonzinhos, mas já tivemos todos nós, pelo menos um momento em que rechaçamos um pedinte de maneira áspera.
                                Agora, covardemente, atrás de uma cortina de fumaça, caímos em cima de um pobre segurança, que embora de maneira errada, lutava para cumprir o seu dever, assegurar o pão de seus filhos.
                                  Pois é, os hipócritas,  ao invés de investir contra o shopping - e aqui é bom que se diga, o apelidado  Shopping da Bahia,  que o povo insiste em continuar chamando Iguatemi - investiu contra o proletário que estava cumprindo ordens.
                                        A covardia é a maior característica de um povo dominado por uma mídia capitalista.
                                 Querem o resultado? O segurança que cumpria ordens do shopping foi demitido por justa causa e o shopping, o verdadeiro autor do ato, como agente desta sociedade do espetáculo, engrandecido com este ato, que lhe serviu de propaganda gratuita. E a criança agora virou objeto da sociedade de consumo. Quando não mais servir será defenestrado.
                                         E aí galera? atingiram o orgasmo?                                              

terça-feira, 5 de junho de 2018

MUSICA DE BANDIDO
















                                                            Há um cara, auto-intitulado cantor, esquecendo que o órgão cagador do corpo humano é o cu, andou dizendo ser o samba "música de bandido". Eu não queria falar disto, porque quanto mais se mexe em merda, mais ela fede. Mas o cara veio à redes sociais pedir desculpas, alegando ter contado uma piada. Não é preciso ser especialista de psicologa, em comunicação, em neurolinguista para perceber que a coisa que disse isto não contando uma piada. O contexto aponta para o contrário e se trata de uma ofensa, não pura e simplesmente aos sambistas, mas a toda população brasileira que tem o samba como um patrimônio histórico e cultural. É preciso acabar com esta balela do brasileiro cordato. Se fosse cordato não teríamos tantas brigas em partidas de futebol. É preciso aprender que certas atitudes não merecem perdão e esta é uma delas. Agora tudo quanto é de filho da puta ofende o povo brasileiro e depois vem pra cá, com cara de santa puta, pedir perdão? Esta é uma das maiores ofensas morais já sofridas por um povo. E em qualquer outro país, este moleque, se não desse tempo a polícia protegê-lo, teria sofrido um linchamento. Felizmente nosso potencial de indignação e ódio está voltado para o futebol e atividades de lazer. Embora, não seja adepto do perdão para este tipo de ofensa,  racista, discriminatória, diga-se de passagem, espero que o povo brasileiro o perdoe e o esqueça pelo resto de sua vida.

domingo, 3 de junho de 2018

A LINGUA










                         

                    “A língua faz parte da personalidade de alguém e é uma forma de conduta que tem suas raízes nas nossas experiências mais antigas”. (HAUGEN, Einar. A maldição de Babel. In: Diálogo. Rio de Janeiro, v. 6, n. 4, p. 82-89,1973, Apud,Letícia Fraga,In,http://www.gel.org.br/estudoslinguisti…/…/38/EL_V38N2_24.pdf)